PAIXÃO DE CRISTO: “Foi um ápice em todas as minhas ações como cristão”

Guilherme Simion, do grupo JUJA

Guilherme Simion, do grupo JUJA: pela segunda vez terá o papel de Jesus Cristo no Auto da Paixão de Cristo – BJM.

– Quando surgiu o primeiro convite para interpretar Jesus Cristo? Como foi a primeira reação?

Foi durante uma reunião sobre a Quaresma: Penitência, Oração e Caridade, que eu estava dando no JUJA. O pssoal da PJ BJM chegou e permaneceu até o final do encontro. Logo após os recados finais eles me convidaram. As primeiras reações foram de alegrias imensas, por poder viver esta experiência nova, a vivência de Jesus Cristo, alguém de quem falamos tanto em encontros com os grupos, alguém que fez tanto por nós, contudo. Após isso, lembrei de que minha mãe iria viajar no período que seria apresentada a Paixão de Cristo e isso me entristeceu imensamente, afinal, ao passar por toda a Via Sacra, Jesus teve sua mãe por perto, e eu não teria a minha. Entretanto, apesar da distância que nos separou, sei que ela estava rezando por mim, para que tudo desce certo.

– Como é interpretar este papel tão importante? 

Interpretar Jesus na Paixão de Cristo é uma honra inigualável! Foi um ápice em todas as minhas ações como cristão pertencente a um grupo de jovens! Sem contar, é claro, todo o desenvolvimento do “teatro”, todas as amizades, todas as orações e toda preparação espiritual de todos os colaboradores, culminaram em um ato tão espetacular! A maior dificuldade de ter tal papel é a responsabilidade! Quando me escolheram, eu acreditava que eu não merecia tal responsabilidade, contudo, fui trabalhando em mim, todas as qualidades que Jesus tinha, li os livros do Evangelho para conhecer um pouco mais da vida dele, dentre outras coisas, afim de me achar responsável o suficiente para ter esta vivência tão linda.

– Qual a cena considera mais marcante? 

Minha cena preferida foi quando Maria é retirada, pelos guardas, de perto de Jesus, pois esta cena me fez lembrar muito a situação que eu vivia no momento (sem minha mãe por perto).